Na Florida, um cão farejador de drogas teve uma overdose ao checar passageiros que iam para um cruzeiro de música eletrônica.

0
203

Um cão farejador de drogas que trabalhava para a polícia na Flórida recebeu medicação anti-overdose depois de ingerir drogas enquanto procurava passageiros em cruzeiros. Segundo o escritório do xerife do condado de Brevard, o K-9, chamado Jake, estava checando passageiros embarcando para a Holy Ship! – uma experiência de música eletrônica de dança (EDM) ocorrendo no Norwegian Epic.

No último sábado, mais de uma dúzia de pessoas foram presas por tentar trazer drogas a bordo. Os organizadores listaram duas turnês este ano.

Na quarta-feira, quando o segundo estava programado para embarcar, o K-9 supostamente descobriu um lote de drogas antes de cair repentinamente doente, informou a WFTV. Ao cão foi dado Narcan por um membro da tripulação, um narcótico usado frequentemente para tratar overdoses em seres humanos. “[Jake] começou a ter alguns problemas com o equilíbrio e teve algum tipo de incidente de convulsão, estava mostrando efeitos de ter inalado alguma substância”, disse Tod Goodyear, porta-voz do escritório do xerife, à WFTV. “Eles administraram o Narcan e o levaram ao veterinário.” A análise sugeriu que o filhote ingeriu uma forma de ecstasy. A WKMG News 6 (ClickOrlando) relatou que Robert MacLean, um funcionário do Escritório dos Marechais dos EUA, também confirmou que o incidente ocorreu.

O K-9 Jake está em uma condição estável e espera-se uma recuperação completa. O Gabinete do Xerife de Brevard County vinculou os remédios ao passageiro Leslie Bennett, 33. Registros de reservas publicados online mostraram que Bennett, de Montana, foi preso por posse ilegal de uma substância controlada sem receita médica e posse de apetrechos e equipamentos para uso de drogas. O suspeito foi levado em custódia na quarta-feira e libertado hoje, segundo o relatório. WFTV informou que o homem foi encontrado com pílulas escondidas em sua boxer que mais tarde testou positivo para o ecstasy e anfetaminas. A Holy Ship! a excursão retornará a Port Canaveral amanhã. O evento de 2019 foi o segundo ano consecutivo em que os passageiros foram pegos tentando contrabandear drogas para o navio.

Os organizadores alertam que têm uma política de “tolerância zero” em vigor. “Você embarcará em Port Canaveral e passará pela segurança da Alfândega e Proteção de Fronteiras, uma divisão da Homeland Security”, afirmou um aviso. Acrescentou: “Toda pessoa e cada peça de bagagem será inspecionada por cães treinados para detectar explosivos e contrabando. Qualquer pessoa que esteja violando a lei e / ou de posse de substâncias ilegais ou itens proibidos será presa e banida de eventos futuros ”.

Fonte: https://www.newsweek.com/florida-edm-k9-jake-overdose-narcan-cruise-ship-holy-ship-festival-norwegian-1287759